Clique e Peça uma cotação agora!
Seguro fiança

Qual o Valor do Seguro Fiança?

Qual o Valor do Seguro Fiança?

Qual o Valor do Seguro Fiança?

Qual o Valor do Seguro Fiança?

Qual Valor do Seguro Fiança?

O valor do seguro fiança é o mesmo valor do aluguel?

Geralmente, o valor que as seguradoras cobram pelo seguro fiança é o de dois aluguéis. Isso é uma maneira justa de definir o valor do seguro, já que se fosse um valor fixo, algumas pessoas poderiam ser prejudicadas, já que o valor dos imóveis pode ser diferente.

O ideal é que você verifique com a seguradora qual é a forma que ela cobra o valor do seguro fiança, já que poderá ocorrer diferenças entre as seguradoras.

Quem deve contratar o seguro fiança?

Todo contrato de locação de imóveis exige uma garantia de pagamento para o dono do imóvel, assim como para a imobiliária. Quem define quais serão essas garantias, serão o proprietário e, em alguns casos, a imobiliária que estiver gerenciando o imóvel. Por esse motivo, quem contrata o seguro fiança e define os parâmetros do contrato é o dono do imóvel, já o inquilino será o responsável pelo pagamento do seguro.

O fato do proprietário do imóvel contratar o seguro fiança não significa que o contrato será aprovado, isso irá depender do cadastro de cada locatário.

Qual o Valor do Seguro Fiança

Qual Valor do Seguro Fiança

Se o locatário deixar de pagar o seguro fiança, o que pode ocorrer? Qual o Valor do Seguro Fiança?

O seguro fiança é a garantia para o proprietário que ele irá receber os pagamentos do aluguel, independente do que aconteça. Se o locatário decidir que ele não quer pagar o valor do seguro, ele corre o risco de não poder locar o imóvel.

O seguro fiança tem a vigência de um ano, depois desse prazo, o locatário deverá fazer a renovação do contrato. Caso isso não seja feito, ele poderá ter o contrato de locação rescindido e ele deverá procurar por outro imóvel. Se no seu contrato de locação, o seguro fiança for uma obrigação, você deverá cumprir com o contrato para poder evitar maiores problemas. Qualquer imprevisto ou problema que ocorra, você deverá entrar em contato com a seguradora para que ela possa avaliar a situação.

O seguro fiança é melhor que ter um fiador? Qual o Valor do Seguro Fiança?

Isso irá depender de cada pessoa. Quando você precisa de um fiador, você deve encontrar uma pessoa que seja de confiança e que esteja dentro dos parâmetros exigidos pela imobiliária, o que não é sempre muito fácil. Além disso, caso você atrase algum pagamento, você ainda pode ficar constrangido com a situação, já que o fiador será contatado.

Já no caso do seguro fiança, o contrato será feito por você, a aprovação é muito mais rápida e simples. Você faz o pagamento do seguro e qualquer problema que ocorra com o aluguel será pago pro ele.

Quais os documentos que preciso apresentar para solicitar o seguro fiança? Qual o Valor do Seguro Fiança?

Os documentos que são exigidos para solicitar o seguro fiança poderão variar dependendo de cada seguradora, normalmente, os documentos solicitados são: documentos pessoais (CPF, RG), último contracheque, carteira de trabalho, comprovante de residência, entre outros. Para você poder conferir quais os documentos que você deverá apresentar para solicitar o seguro fiança, você deverá verificar com a seguradora responsável.

Quais as vantagens do seguro fiança para a imobiliária?

Todos sabem o quão vantajoso é o seguro fiança, mas muita gente ainda acredita que as vantagens só focam o dono do imóvel, mas isso não é verdade. No caso do imóvel ser administrado por uma imobiliária, ela também encontra algumas vantagens na utilização do seguro fiança. Uma das principais vantagens é que ela não precisará analisar o cadastro do locatário, já que esse trabalho deve ser feito pela própria seguradora. Além disso, ela também tem a certeza de que o aluguel será pago, ou seja, ela consegue garantir que a taxa dela será paga mensalmente.

O seguro fiança é a melhor opção?

Sim, sem dúvida o seguro fiança é uma das melhores opções para todos, e não somente para o dono do imóvel.

Apesar de ainda ser pouco usado, o seguro fiança é uma das melhores garantias que existem para o proprietário garantir que irá receber o pagamento do aluguel, mesmo que ocorra algum problema. Além de ser muito mais simples para o locatário, já que ele não precisará encontrar um fiador para o seu contrato de locação.

Quais são as principais garantias que o seguro fiança garante?

Como qualquer outro seguro, o seguro fiança possui uma cobertura básica e coberturas adicionais. Normalmente, a cobertura básica do seguro fiança cobre o pagamento do aluguel em atraso, além das multas que forem geradas devido ao atraso do pagamento. Além da cobertura básica, o seguro fiança também pode contar com coberturas adicionais, contratadas pelo proprietário do imóvel. Essas coberturas adicionais podem ser: condomínio, água, IPTU, danos ao imóvel, pintura interna e externa, gás canalizado e multa por rescisão contratual. Isso irá depender de cada seguradora, por isso é importante analisar o contrato do seguro para poder conferir quais as coberturas adicionais que são oferecidas.

Se o condomínio estiver atrasado, o seguro fiança cobre esse valor? Qual o Valor do Seguro Fiança

Sim, o seguro fiança poderá cobrir os gastos com o condomínio atrasado, mas para que isso ocorra, é necessário que você tenha contratado a cobertura adicional para condomínios, caso contrário, o seguro fiança não irá cobrir os valores.

O ideal é você sempre verificar com a seguradora quais os serviços estão previstos no seu contrato e o que cada um cobre, dessa forma você terá uma garantia maior da cobertura do seu seguro. Caso seja possível, você pode solicitar a inclusão de alguma cobertura adicional que você considere necessária. Verifique com a seguradora e com o proprietário do imél essa possibilidade.

Quem define qual a cobertura do seguro fiança? Qual o Valor do Seguro Fiança

Normalmente, a cobertura do seguro fiança é definida pelo proprietário do imóvel, sendo que o locatário somente deverá fazer o pagamento exigido. Você pode conversar com o dono do imóvel caso você identifique que existe alguma cobertura que seja mais apropriada, mas geralmente essa decisão cabe ao dono do imóvel.

Caso você tenha alguma dúvida sobre a cobertura do seu seguro fiança, você poderá analisar o seu contrato ou entrar em contato com a seguradora para poder analisar a situação.

O que são as coberturas adicionais do seguro fiança?

Todo seguro que contratamos possui uma cobertura básica, que faz parte de todos os contratos e também possui as coberturas adicionais. As coberturas adicionais existem para que os clientes possam escolher os serviços extras que eles precisam, e assim, ter uma cobertura mais completa. É a mesma coisa com o seguro fiança, ele possui a cobertura básica e quem desejar, pode contratar as coberturas adicionais.

Locatário com restrição no nome pode fazer o seguro fiança?

É importante entender que a análise do contrato do seguro fiança é como a análise de qualquer contrato, portanto, isso poderá variar de acordo com cada seguradora. Normalmente, a restrição no nome, impede que as pessoas façam alguns serviços, e o mesmo poderá ocorrer com o seguro fiança. Mas isso irá depender de cada seguradora.

Se você tem alguma restrição no seu nome, o ideal é que você converse com a seguradora para poder analisar quais as opções que você possui, caso o cadastro não seja aprovado.

O que é analisado pela seguradora na hora da contratação do seguro fiança? Qual o Valor do Seguro Fiança

Cada seguradora trabalha de uma forma, portanto, cada uma faz uma análise diferente dos cadastros dos seus clientes. Normalmente, o que as seguradoras avaliam é o nome do inquilino, assim como a situação do imóvel.

As seguradoras realizam contratos que sejam completos e para que o serviço seja liberado, ela precisa analisar o cadastro do cliente, somente assim ela poderá ter a certeza de que o contrato será cumprido. Para que você possa entender o que a seguradora irá levar em consideração no seu cadastro, converse com o corretor de seguros para que ele possa lhe passar maiores informações.

Se o pagamento do aluguel estiver atrasado, o seguro fiança garante o pagamento? Qual o Valor do Seguro Fiança

Sim, é exatamente para isso que ele exista. O principal objetivo do seguro fiança é garantir o pagamento dos aluguéis em atraso para que o proprietário do imóvel não tenha nenhum problema ou desconforto. O que ocorre é que o dono do imóvel deverá informar a seguradora imediatamente sobre o atraso do pagamento do aluguel, para que a seguradora já providencie o que deverá ser feito. Normalmente, o pagamento irá ocorrer quando o aluguel já estiver atrasado por mais de 90 dias, mas o ideal é que já seja informado o quanto antes para que a seguradora fique ciente do que está acontecendo.

Qual o benefício de contratar o seguro fiança? Qual o Valor do Seguro Fiança

Todas as pessoas conseguem entender a importância que a contratação de seguros possui. Antigamente, contratar qualquer tipo de seguro era considerado desnecessário, mas hoje em dia, ele já se tornou um serviço de importância máxima, essencial para o nosso dia a dia. E o mesmo ocorre com o seguro fiança.

O seguro fiança é a forma mais prática, simples e fácil para que o proprietário do imóvel consiga garantir o pagamento dos aluguéis, assim como para que o inquilino consiga a aprovação do seu cadastro com maior facilidade, sem precisar depender de outras pessoas.

Seguro fiança simulação 

Seguro fiança itau

Seguro fiança

More in Seguro fiança

seguro fiança locatícia banco do brasil

J&E Corretora de Seguros04/27/2017

Seguro Fiança Porto Seguro Simulação

J&E Corretora de Seguros04/27/2017

Calculo do Seguro Fiança

J&E Corretora de Seguros04/26/2017

Como Funciona o Seguro Fiança da Porto Seguro

J&E Corretora de Seguros03/07/2017

Como Funciona o Seguro Fiança Para Aluguel

J&E Corretora de Seguros03/07/2017

Como Contratar Seguro Fiança?

J&E Corretora de Seguros02/22/2017

Como calcular seguro fiança?

J&E Corretora de Seguros02/22/2017

Valor Seguro Fiança

J&E Corretora de Seguros02/08/2017

Seguro Fiança Porto Seguro

J&E Corretora de Seguros02/03/2017